Saiba quem votou a favor e contra os privilégios dos servidores públicos estaduais do RS

O PT e seus satélites e aliados eventuais, como são os casos do Psol, PCdoB, Rede, PPL, PR, dois deputados do PDT e um do PTB, chegaram a cantar vitória antes da hora e imaginaram que seria fácil derrotar a PEC que acaba com benefícios fictícios de licenças prêmios não gozadas, tudo para efeitos de contagem de tempo para aposentadoria.

A líder do PT, Stela Farias, chegou a usar novamente seu tosco vocabulário de inflexão masculina, arrogante e debochado, para desafiar Sartori e defender privilégios funcionais que só esgualepam os recursos públicos:

- Ele deveria botar a viola no saco.

Ao fim e ao cabo, foi Stela quem, enfiou a viola no saco.

Estes deputados a seguir, 36, votaram com coragem e em benefício do povo que paga caro por privilégios que as corporações públicas acumularam ao longo do tempo:

SIM
PMDB
Álvaro Boessio, Edson Brum,Gabriel Souza,Gilbero Capoani,Ibsen Pinheiro,Juvir Costella,Tiago Simon,Vilmar Zanchin,
PP
Adolfo Brito, Frederico Antunes,Gerson Borba,João Fischer,Marcel Van Hattem,Sérgio Turra,Silvana Covatti
PDT
Ciro Simoni,Eduardo Loureiro,Gerson Burmann,Gilmar Sossella,MarloN Santos
PTB
Aloisio Classmann,Marcelo Moraes,Mauricio Dziedricki,Ronaldo Santini,
PSDB
Adilson Troca,Lucas Redecker,Pedro Pereira,Zilá Breitenbach
PSB
Catarina Paladini,Elton Weber,Liziane Bayer
PPS
Any Ortiz

CLIQUE AQUI para saber quem votou pela manutenção dos privilégios dos servidores públicos estaduais.

Novo comercial do Total parodia Caso da Mala

O shopping Total, Porto Alegre, resolveu parodiar o caso da mala (Rocha Loures) e produziu um trepidante comercial, que mostra clientes saindo das lojas em atitudes apressadas, sempre conduzindo uma mala, nos casos, de mercadorias.

O comercial imita as cenas da fuga do deputado Rocha Loures em direção ao carregando, arrastando a mala cheia de propinas pagas pela JBS.

Clique em cima da imagem a seguir e divirta-se:

video

Lamachia denuncia "acordo sob sombras" no caso do arquivamento da denúncia contra Aécio

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, mandou nota ao editor protestando contra o arquivamento da denúncia feita no Senado contra o senador Aécio Neves.

O que denuncia a nota:

- São acordos sob sombras.

A OAB acha que o Senado e o senador não querem esclarecer nada.

Artigo, Geraldo Samor, Brazil Journal - O plano para salvar o setor elétrico.

O Ministério das Minas e Energia publicou ontem uma nota técnica para consertar estruturalmente o setor elétrico e deixar para trás o legado da era Dilma — passivos bilionários, subsídios cruzados e planejamento centralizado — que implodiu empresas e criou instabilidade regulatória e insegurança jurídica espetaculares.

Ainda mais relevante: o documento planta as bases para a privatização das subsidiárias da Eletrobras, ajudando a causar um rali nas ações do setor hoje na Bovespa.  Por volta de 13:15 hs, Eletrobras ON subia 13% e a ação PN, 10,5%.

Ao final de uma nota técnica de 54 páginas — em que discorre sobre o setor de energia no mundo e no Brasil e explica as mudanças que pretende fazer no setor — o Ministério publicou uma minuta de projeto de lei para que todas as mudanças propostas aconteçam de fato.


CLIQUE AQUI para ler tudo.

Best, R$ 100 milhões, começou a operar esta tarde em Esteio

A distribuidora de combustíveis gaúchas Charrua, Potencial e Megapetro, anunciaram esta tarde a criação da Best, Base de Abastecimento de Combustíveis.

O projeto exigiu investimentos de R$ 100 milhões.

A planta pode armazenar 25 milhões de litros, podendo movimentar 150 milhões de litros por mês, numa área de 22 mil m2.

Cássio e Nagelstein assumem comandos da prefeitura e da Câmara

Como o prefeito Marchezan Júnior viajou para a França e o vice Gustavo Paim também saiu de Porto Alegre, assumirá a prefeitura o presidente da Câmara de Vereadores, Cássio Trogildo, PTB.

A linha de substituição seguirá com o vereador Valter Nagelstein, PMDB, que será o presidente da Câmara.

Cássio e Valter governarão por três dias.

Assembleia aprova proposta que acaba com tempo fictício para benefícios a servidores. A PEC foi aprovada por 2/3 dos votos.

Proposta de Emenda à Constituição ainda terá de ser votada em 2º turno. O privilégio inaceitável custa caríssimo aos cofres públicos e precisa acabar. 

Depois de seis meses de idas e vindas, a base aliada de José Ivo Sartori conseguiu aprovar, na manhã desta quinta-feira, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que derruba o uso de tempo fictício de trabalho no serviço público estadual para a concessão de benefícios a servidores. O texto foi aprovado por 36 votos a 18 e vai para segunda votação na semana que vem.

É importantíssima vitória do governo, que agora precisa consolidar os 2/3 de votos que conseguiu, tudo para aprovar outras propostas ainda mais polêmicas. 

Havia resistências de partidos independentes, como o PDT, e da própria base, caso do PSDB. PT, Psol e PCdoB, mais poucos aliados do PDT, não conseguiram evitar o avanço.

A mudança não afeta diretamente a aposentadoria dos servidores. O tempo de contribuição para o INSS ou para outras instituições previdenciárias públicas continuará valendo. No entanto, o Piratini criou um dispositivo para evitar que licenças-prêmio não retiradas possam ser indenizadas. Atualmente, o Estado já não paga esta situação. No entanto, os trabalhadores conseguem o benefício judicialmente.

Empresário diz que recusou comprar imóvel de Aécio

O jornal Valor foi atrás da informação do delator Joesley Batista, aceita pelo procurador Rodrigo Janot e pelo ministro Edson Fachin, segundo a qual a venda de um apartamento da mãe do senador Aécio Neves por R$ 2 milhões, foi apenas troca de favores por propina. Marco de Moura e Souza, jornalista do Valor, comprovou que que o senador e a família tentaram o mesmo negócio com empresários mineiros. Um dos empresários localizados pelo jornal, confirmou a oferta feita pela irmã de Aecio, Andreia.

Segundo Aécio, seria um duplex em São Conrado, Rio, 1.200 m2, o que não parece provável. O edifício onde está o duplex foi construído pelo segundo marido de Inês Maria, o banqueiro Gilberto Faria, ex-dono do Banco Real, que já morreu. Inês Maria casou com Farias depois que enviuvou do pai de Aécio. O jornal diz que a Sotheby's avaliou o apartamento em R$ 36 milhões e com valor de aluguel de R$ 80 mil.

A localização do imóvel é ponto não esclarecido por Valor e poderia estar localizado de fato em Belo Horizonte, já que este foi de fato oferecido a empresários mineiros por Andréia e Aéci, segundo o jornal.

Prefeito Salmo Dias, PP, assumiu esta tarde a presidência da Famurs

O prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias, vai assumir hoje o cargo de presidente da Famurs na gestão 2017/2018. A solenidade de posse da diretoria da Federação foi realizada a partir das 14 horas no centro de eventos do hotel Plaza São Rafael (Avenida Alberto Bins, 509), em Porto Alegre. 

A cerimônia integra a programação do 37º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul.

Opinião do editor - O governo Temer intervém de fato na Lava Jato

A nota tirada pela direção da Polícia Federal para confirmar a decisão de acabar com o Grupo de Trabalho da Lava Jato, tenta justificar o injustificável, ou seja, a determinação de quebrar as pernas dos delegados federais e dos procuradores do Paraná. Ao transferir as ações para a Delegacia de Combate à Corrupção e Desvio de Verbas Públicas, o delegado Leandro Daiello e o ministro da Justiça retiram a autonomia da Superintendência da PF no Paraná e centralizam tudo em Brasília.

A escalada contra a Lava Jato assume mais este passo, desta vez à luz do dia.O governo Temer intervém de fato na Lava Jato, coisa que Lula e Dilma quiseram fazer e não tiveram coragem de fazer para valer. A medida beneficia Temer, Lula, Dilma Aécio e toda a nomenklatura de alta plumagem do PT, PMDBm, PSDB e PP.

Leia a nota da PF:

1. Os grupos de trabalho dedicados às operações Lava Jato e Carne Fraca passam a integrar a Delegacia de Combate à Corrupção e Desvio de Verbas Públicas (DELECOR);
2. A medida visa priorizar ainda mais as investigações de maior potencial de dano ao erário, uma vez que permite o aumento do efetivo especializado no combate à corrupção e lavagem de dinheiro e facilita o intercâmbio de informações;

CLIQUE AQUI para ler mais.

Polícia Federal acaba com Grupo de Trabalho da Lava Jato, diz Época

A Polícia Federal tirou nota para confirmar a notícia, mas tentou justificar a decisão e alegou que a tarefa mudou de mãos - apenas isto. CLIQUE AQUI para ler a nota da PF.

Os jornalistas Murilo ramos e Diego Escosteguy informam na coluna Expresso, revista Época, que a direção da  Polícia Federal resolveu pôr fim ao grupo de trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba.

LEIA TODA A REPORTAGEM:

A decisão, segundo três fontes com conhecimento direto do fato, foi comunicada informalmente aos quatro delegados que ainda restavam no chamado GT da operação – o jargão que a polícia usa para se referir a uma força-tarefa. Espera-se a formalização do desmanche no próximo boletim interno da Superintendência da PF no Paraná, que deve sair na segunda-feira. Em Curitiba, atribui-se a decisão ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Lasier votou pela cassação de Aécio Neves na Comissão de Ética

O Conselho de Ética do Senado rejeitou recurso pela cassação do senador Aécio Neves, por 11 x 4.

Votaram contra Aécio:

Lasier Martins (PSD-RS)
José Pimentel (PT-CE)
João Capiberibe (PSB-AP)

Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)

Lançamentos de imóveis mostraram recuperação em abril

Os lançamentos de imóveis residenciais, ao somar 3,1 mil unidades, subiram 96,6% em abril, comparando com o mesmo mês de 2016, conforme divulgado ontem pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). No mesmo período, as vendas totalizaram 2,7 mil imóveis, o que responde a um recuo de 11,2%, sendo que os distratos responderam por 39,6% das vendas. 

Nos últimos doze meses, os lançamentos acumularam alta de 8%, as vendas recuaram 2% e os distratos responderam por 50,9% das vendas. Nesse período, os empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida ganharam relevância, com aumento de 14,8% dos lançamentos e de 18,7% das vendas. 

Os economistas do Bradesco, que esta manhã enviaram esta análise ao editor, acham que a melhora do mercado imobiliário residencial ocorrerá de forma gradual ao longo do segundo semestre deste ano, à medida que os ajustes dos estoques forem avançando e a retomada da atividade econômica for se consolidando.

Senac Floresta vai ocupar 600 m2 do shopping Total, Porto Alegre

O Senac Floresta, Porto Alegre, decidiu ocupar 600 m2 do shopping Total, instalando seus serviços nas instalações da antiga Brahma.

O shopping conduzido pelo CEO Eduardo Oltramari, opera atualmente com 570 lojas.

O Senac Floresta, criado em 2013, tem seu foco voltado para os cursos de gestão, atendendo 2 mil alunos por ano.

Cortes no Rio afetam serviços essenciais de saúde, educação e segurança pública

Os ajustes nas contas para tentar debelar o déficit orçamentário de R$ 21 bilhões projetado para o governo do Rio para este ano, levou o governo a cortar serviços em áreas essenciais.

O déficit orçamentário carioca é três vezes maior do que o RS.

Serviços nas áreas de educação, saúde e segurança pública atingiram níveis desastrosos.

Não há um centavo para investimentos e os salários atrasam.

Paulo Pimenta e Marco Maia fretaram jatinho para ir a comício de Lula e Dila em Rio Grande.

Paulo Pimenta e Marco Maia, PT, usaram nosso dinheiro para o beija-mão a Lula em Rio Grande.

A Câmara dos Deputados desembolsou R$ 6 mil para os deputados do PT Carlos Zaratini, Paulo Pimenta e Marco Maia fretarem um jatinho para acompanhar o ato político conduzido por Lula e Dilma Rousseff no dia 29 de abril, na cidade gaúcha de Rio Grande.

Está tudo nos registros contábeis da Câmara.

A desculpa esfarrapada usada por Pimenta, Maia e Zaratini foi que se tratava de ato“em defesa do polo naval do Rio Grande”.

É tudo conversa.

O comício foi para o PT.

Novo foco do BNDES

Trata-se de um programa com potencial para impulsionar as operações das empresas de menor porte e, assim, estimular o crescimento. Um cenário político favorável ampliaria esse potencial.

A profissionalização da gestão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) adotada no início do governo de Michel Temer – em substituição à política da era lulopetista de apoio a empresas e grupos vinculados ao partido que estava no poder – começa a beneficiar diretamente um segmento essencial para o crescimento da economia e para a geração de empregos: o das empresas de menor porte.


Enfrentando grandes dificuldades para apresentar as garantias normalmente exigidas nas operações de crédito, essas empresas não podiam utilizar integralmente as diferentes linhas de financiamento oferecidas pelo banco.

CLIQUE AQUI para ler mais.

PGE do RS adota sistema de trabalho em casa para seus procuradores

IBM e Apple rejeitaram o sistema home office, mas a ideia ganha cada vez mais adesões, já que na maior parte dos casos ela acrescenta ganhos para as organizações. CLIQUE AQUI para ler reportagem da revista Exame sobre ganhos e perdas do home office.

A Procuradoria Geral do Estado, órgão subordinado ao governador Sartori, decidiu que seus procuradores podem trabalhar em casa.

A PGE diz que agora adotou o sistema de home office, mas alega que o projeto é piloto e pode ser revogado.

A ideia do chefe da PGE, Euzébio Rushel, é aumentar a produtividade em até 25, mas sem aumento de despesas, porque segundo a resolução, os procuradores não poderão exigir dinheiro pelo uso dos seus próprios recursos de home office, sequer telefones.

Ação Popular denuncia privilégios concedidos à Concepa. Filho de Padilha é advogado da concessionária.

Ação popular denuncia privilégios em decisões favoráveis à Concepa, alegando que o advogado da concessionária é Robinson Eliseu Reck Padilha, filho do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Na época da concessão, Padilha já era ministro - ministro dos Transportes. 

O coordenador do Movimento Freeway Livre, Darcy Lyuiz Zottis Filho, que também é vice-presidente da Federasul, avisou que a entidade protocolou ação popular para impedir que prossiga o contrato de prorrogação concedido pelo Dnit à Concepa.

O fim do contrato era conhecido há 20 anos, mas o governo federal esperou pelo último dia para dizer que não tinha tempo para convocar nova licitação.

A Triunfo Concepa tirou nota para negar privilégios e informou que Reck Padilha é seu advogado desde 2002.

Murillo de Aragão, O Estado de S.Paulo - A renovação política em 2018

Caminho para alavancar uma candidatura não alinhada com o antigo será o das redes sociais.

A primeira barreira para a disseminação do novo, que chamarei de novos entrantes, são as regras atuais. O marco regulatório das eleições estabelece regras para a distribuição de fundos partidários e para o uso de tempo de televisão. Ambas são críticas para a campanha eleitoral e estabelecem uma situação de privilégio para as estruturas partidárias tradicionais.

Grandes partidos ganham mais verbas, mais tempo de televisão e, na maioria das vezes, mais prefeituras. O Fundo Partidário será o grande financiador, já que empresas estão proibidas de doar,

O relator da minirreforma política na Câmara, deputado Vicente Cândido, está prevendo uma verba de R$ 3 bilhões para os partidos. Ainda que tamanha indecência não seja aprovada, grandes partidos continuarão a ser fortes financiadores da campanha eleitoral.

Apenas no primeiro trimestre deste ano o PT recebeu mais de R$ 23 milhões do fundo. Já legendas como o Partido Novo, que não tem nenhum deputado federal, recebeu pouco mais de R$ 300 mil. Ou seja, o sistema privilegia quem está no poder.

Outro fator crítico é a máquina pública.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Janot pede inquérito contra Serra. Decisão caberá ao STF.

A Procuradoria-Geral da República pediu a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o senador José Serra (PSDB-SP) sob a suspeita de que ele teria recebido dinheiro sujo na campanha eleitoral à Presidência da República em 2010. O caso tem a ver com a delação de Batista, um dos donos da JBS.  Joesley contou em depoimento que Serra teria lhe procurado, na sede do grupo empresarial JBS, em São Paulo, para pedir financiamento para a disputa eleitoral presidencial de 2010. O delator disse que passou R$ 7 milhões não contabilizados, e outros R$ 13 milhões oficialmente declarados - totalizando R$ 20 milhões para a campanha presidencial.

Serra pode pegar até 5 anos de prisão.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do senador negou as acusações.

Quinta-feira será dia de sol, céu azul e temperatura amena no RS

Porto Alegre, 8h44min

O tempo prosseguirá estável, sol e céu azul, temperatura amena no Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira.

Mais uma vez o dia começou friorento, efeito do tempo aberto com vento calmo e ar seco, porém a temperatura se elevará rapidamente durante a manhã e a tarde voltará a ter marcas muito agradáveis com máximas acima das médias históricas desta época do ano.

Em Porto Alegre, o dia começará com temperatura em torno de 9ºC e a máxima pode chegar a 24ºC.

Temer embarcará daqui a pouco para a Alemanha. Ele vai á reunião do G20.

O presidente Michel Temer viajará daqui para Hamburgo, Alemanha, onde participará da Cúpula do G20, o grupo das 20 economias mais desenvolvidas do mundo. 


O presidente do Senado, Eunício Oliveira, assumirá a Presidência da República. Isto porque o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o primeiro na linha sucessória, viajará para a Argentina, onde cumpre agenda oficial.

IC-Br de junho registra estabilidade nos preços das commodities. Ìndice de 12 meses acusa deflação de 4,6%.

O índice IC-Br permaneceu estável em junho, em resposta à deflação das commodities agrícolas e energéticas e à aceleração das cotações das metálicas.


O IC-Br, indicador que mensura o preço das commodities em reais, ficou estável em junho, após ter subido 3,0% em maio, de acordo com os dados divulgados ontem pelo Banco Central. Os preços das commodities agrícolas registraram queda de 0,3%, após alta de 3,9% registrada no mês anterior. O índice referente às commodities metálicas manteve a trajetória altista de maio, passando de uma elevação de 0,8% para outra de 1,7% no período. No sentido oposto, os preços das commodities energéticas desaceleraram, de uma alta de 0,1% para uma queda de 0,9%.

Diante de tudo isto, o indicador acumulou deflação de 4,6% nos últimos 12 meses e de 3,9% em 2017, confirmando o cenário benigno para inflação neste ano.

Opinião do editor - Chegou a hora da reação

Foto tomada por iPhone.

A Câmara de Vereadores de Porto Alegre tem o dever de registrar a invasão do plenário Otávio Rocha, fazendo BO na Polícia, pedindo abertura de inquérito e denúncia ao MPE e abrindo CPI.

As invasões de hordas fascio-comunistas ao Legislativo não podem prosseguir.

Isto tudo é ameaça direta ao estado democrático de direito.

Há menos de um ano essa gente teve a oportunidade de escolher novos prefeito e vereadores, mas perdeu a eleição de modo aplastante e quer fazer terceiro turno pela violência.

Não passarão.

Câmara aprova por 20 x 6 aumento da alíquota da previdência dos servidores de Porto Alegre

A sessão foi realizada no terceiro andar da Câmara, após o plenário Otávio Rocha ser invadido pelas corporações de municipários. 

Ao lado, fac simile de planilha de acompanhamento da votação. leitor perceberá que Cassiá Carpes, PP, da base do governo,votou com as corporações.

Mauro Zacher absteve-se.Foi o único que preferiu ficar em cima do muro.

A Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou, na noite desta quarta-feira, por 20 votos a seis, com uma abstenção, o projeto encaminhado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) que eleva de 11% para 14% a alíquota de contribuição dos servidores para o Departamento Municipal de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (Previmpa).

A secretaria da Fazenda acha possível arrecadar R$ 30 milhões por ano com o aumento do percentual.