O mundo continua falando do Lula condenado

O norte-americano The Guardian relatou que a ‘decisão judicial marcou um impressionante revés para Lula’, a quem classificou como ‘um dos políticos mais populares do país’.

Os jornais ao redor do planeta destacaram, nesta quinta-feira, 13, o que chamaram de ‘provocadora’ e ‘desafiadora’ defesa pública e a promessa de candidatura às eleições de 2018 do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em sua primeira fala após ser condenado a 9 anos e 6 meses de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro. A declaração do petista de que ele ‘não está fora do jogo’ após sua sentença foi o principal combustível para a repercussão internacional da data seguinte à pena na Lava Jato.

Leia a reportagem completa de Luiz Vassalão, Estadão:

Ainda nos Estados Unidos, o The Washington Post afirmou, em um artigo, que, em meio à crise econômica, os brasileiros estão ‘abandonando o otimismo de Lula’ e classificou o petista como o homem que já foi ‘campeão das massas’, mas agora foi condenado a crimes ‘exclusivos das elites brasileiras’.   “a resposta silenciosa à prisão de Lula de seus apoiantes mostra o quão longe o político de uma vez amado caiu”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

24 comentários:

Justiniano disse...

Querem saber porque PT, rede Globo, e setores da mídia odeiam o Temer, basta acessar abaixo e ver o que ele conseguiu fazer em um ano de governo:

http://www.imprensaviva.com/2017/07/gostem-ou-nao-temer-arrumou-casa.html

Nisso o nosso editor Políbio tem razão!!!!

Anônimo disse...

O que surpreende ao mundo, é como um político condenado, réu em mais 4 processos, e investigado em outros tantos, ainda pretende se candidatar a presidência da república de um país da importância do Brasil.
E a nossa imprensa, também não questiona isso. Ontem, ouvindo o programa de uma conhecida analista política do RS, ela estava mais preocupada em fazer "contas de chegada" para ver se o Lula poderia concorrer do que questionar a moralidade de uma candidatura desta. Nunca um político brasileiro contou tanto com a simpatia da imprensa.

ARS disse...

A jararaca quadrilheira deixou viúvas em muitos lugares, onde tinha um trouxa para enganar.

Anônimo disse...

Quero que luladrão apodreça na cadeia mas isso não me faz cego a ponto de não ver que essa condenação foi somente pra desviar o foco da vergonheira escancarada que aconteceu ontem no congresso, com a compra explícita de deputados. Será que tem idiota que acredita que foi só uma coincidência de datas?

Anônimo disse...

Morreu politicamente, contudo esquecerem de enterrar. O trem fede viu.

Anônimo disse...

LULA, UMA VERGONHA PARA O BRASIL .!!!

Anônimo disse...

É verdade..........

GOLPISTAS NÃO PRECISAM DE TANQUES, MAS DE JUÍZES, DIZ NOBEL DA PAZ:

"Já não precisam de exércitos, mas apenas de cumplicidade de câmaras parlamentares e do Poder Judicial", disse o argentino Adolfo Perez Esquivel, sobre a onda de golpes na América Latina, que começou em Honduras, passou pelo Paraguai e atingiu o Brasil; Esquivel classificou a condenação do ex-presidente Lula como parte desse processo golpista.

14 DE JULHO DE 2017 - Agência Sputnic

Em entrevista à Sputnik Mundo, o Nobel da Paz, argentino Adolfo Pérez Esquivel, disse que a condenação do ex-presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, é um "golpe judicial e político", advertindo que o juiz responsável pela sentença, Sérgio Moro, "vem insistindo em Lula para tirá-lo da carreira presidencial".

"Conheço Lula muito antes de ele ser líder do PT, quando era dirigente sindical, sempre manteve uma ética impecável", destacou.

Em 12 de julho, a Justiça brasileira sentenciou o ex-presidente Lula da Silva a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença foi anunciada pelo juiz Sérgio Moro.

Para o Nobel argentino, o Brasil é um exemplo da corrente que não quer ver governos progressistas no poder da região. Citou como exemplo o golpe contra Manuel Zelaya, em 2009 em Honduras, o golpe contra Fernando Lugo no Paraguai, quatro anos depois, e a destituição de Dilma Rousseff da presidência do Brasil em 2016.

"O próprio presidente, Michel Temer, de fato, teve que reconhecer que se tratou de uma ação de vingança contra Dilma, contra a qual não conseguiram comprovar nenhum ato de corrupção. Já não precisam de exércitos, mas apenas de cumplicidade de câmaras parlamentares e do Poder Judicial", disse à Sputnik Mundo.

Esquivel alertou a existência de uma "fratura" dos movimentos sociais e disse que "devem ser superadas estas divisões para igualar os objetivos". Explicou que em seu país, Argentina, a fratura social é "enorme" e isso faz com que haja "avassalamentos" em todos as classes sociais.

"As democracias já não respondem à vontade dos povos. É preciso buscar uma democracia participativa com controle dos cidadãos. Todos que almejam uma democracia participativa, não podem se distanciar da situação que o Brasil está experimentando", concluiu.

PS: Só nos resta queixa ao direto ao Papa porque está tudo dominado pelos neo nazistas ou ainda existem juizes em berlim?

Anônimo disse...

Lula é uma VERGONHA para a imagem do BRASIL .!!! Tia Glória .

Anônimo disse...

Até qdo o brasileiro vai carregar essa praga, corruPTa nas costas...??? esse partido é a maior quadrilha de assaltantes de dinheiro público, a nível mundial. NUNCA ANTES UM PARTIDO, UMA VEZ CHEGADO AO PODER, ROUBOU TANTO DE UM POVO....!!! e querem continuar roubando.

- Com essas urnas eletrônicas, ainda mais urnas venezuelanas, não duvido que essa praga possa ser eleita. Foi o que aconteceu com a eleição da Janette em 2014. Em 2014, o presidente do TSE - o min. toffoli um simples advogado, ainda advogado do PT que virou ministro, as urnas eletrônicas venezuelanas são administradas pela empresa Smart matic tb da Venezuela. Foi as eleições mais fraudadas da história.

Anônimo disse...

Como tem dinheiro roubado e sobrando na CAVERNA DO ALI BABÁ!!! O petralha das
11:29 confirma este fato, advogando em horário integral para lularápio e recebendo todas por fora!

Anônimo disse...

O vidente, Carlinhos Vidente, no youtube, disse que vê o brasileiro brigando por um saco de arroz, igual a situação da Venezuela.

- O Brasil não merece essa situação. Esse partido corruPTo é pior do que praga de madrinha.

Anônimo disse...

Jornais de esquerda (El Pais, Washington Post, The Guardian - será o de Manchester?) naturalmente publicam notícias enviadas por correspondentes esquerdistas. Que surpresa!

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Esquivel, esquerdista desqualificado, viúvo do peronismo, vivendo dessa lenga-lenga que é a defesa dos direitos humanos na visão dele, ou seja, como o encantador de burros, diz que na Venezuela e em Cuba tem "democracia até demaissss..." . Vá lamber sabão.....

Anônimo disse...

Pelo comentário desse Nobel da Paz dá prá se ver que não vive no Brasil e não sabe da missa nem a metade. Das duas umas, ou o cara não sabe mesmo o que aconteceu, ou sofre de esquerdopatia aguda (aquela doença incurável que o sujeito não visualiza bem as coisas). Vai plantar batatas meu caro!

Anônimo disse...

Esse tal de Esquivel tem que tomar banho de caneca furada, com esse papinho para enganar trouxa!

Anônimo disse...

Já dizia os grandes profetas que profecias são feitas para não serem cumpridas, mais como um alerta, felizmente só do Temer ter superado a tentativa de golpe Janot/Joesley/JBS e redebobo já é um bom começo para recolocar o Brasil nos trilhos. Não podemos ficar à mercê de grupos politiqueiros e poderosos alinhados ao bolivarianismo.

Anônimo disse...

Verdade. Este senhor sabe nada do Brasil e dos anseios do povo brasileiro. É um lambe botas de Luladrao.

Anônimo disse...

Somente Lula,do alto de sua suprema ignorância,poderia dizer tamanhas baboseiras.
E pensar que o povo elegeu este ignorante petulante.
Falta-lhe muita simplicidade.
O cara desafora e provoca autoridades constituídas,assim como as instituições do país.
O cara é arrogante,assim como seus seguidores.
Qualquer um de nós enfiaria a viola no saco,se sentenciado.
O ignorante petulante,não.
Ignora que provas são contundentes.Pensa que pode mentir um registro de imóveis.

Anônimo disse...

TODOS OS JORNAIS EM QUESTÃO SÃO GLOBALISTAS GRAMSCISTAS E DEIXAM SEMPRE UM ELOGIO PARA O ARREMEDO DE DITADOR BANANEIRO COMUNOFASCISTA BOLIVARIANO.

Anônimo disse...

Esse apoio é por interesses.

Anônimo disse...

Golpe...kkkk! Roubar e ser condenado é golpe? Todo bandidi jura inocência, injustiça e perseguição. Faz parte do jogo se fazer de vítima. E este Nobel que vá se catar e cuidar do país dele.

Anônimo disse...

BOMBA: CUNHA CONTA QUEM RECEBEU PARA VOTAR PELO GOLPE:

Trecho da delação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) que revela os deputados federais que receberam dinheiro para votar a favor do impeachment de Dilma Rousseff já teria sido aceita pelo Ministério Público Federal; segundo o jornalista Ricardo Noblat, do Globo, Cunha, que está preso desde outubro do ano passado, "não se limitou a dar os nomes – a maioria deles do PMDB. Citou as fontes pagadoras e implicou o presidente Michel Temer. Reconheceu que ele mesmo em alguns casos atuou para que os pagamentos fossem feitos".

14 DE JULHO DE 2017

247 - Um trecho da delação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tem assustado seus ex-colegas na Câmara dos Deputados.

É o que revela os deputados federais que receberam dinheiro para votar a favor do impeachment de Dilma Rousseff, em abril do ano passado, quando Cunha presidia a Câmara. A denúncia, que consta na proposta de delação, já teria sido aceita pelo Ministério Público Federal.

Segundo o jornalista Ricardo Noblat, do Globo, Cunha, que está preso desde outubro, "não se limitou a dar os nomes – a maioria deles do PMDB. Citou as fontes pagadoras e implicou o presidente Michel Temer. Reconheceu que ele mesmo em alguns casos atuou para que os pagamentos fossem feitos".

Noblat diz ainda que Cunha "contou o que viu e acompanhou de perto e o que ficou sabendo depois. Não poupou nem aqueles deputados considerados mais próximos dele", uma forma de retaliar os que o abandonaram numa hora difícil - ele teve seu mandato cassado por 450 votos.

O acordo de delação premiada de Cunha, que é feito simultaneamente ao do operador Lúcio Funaro, que também está preso, podem servir de base para uma nova denúncia contra Michel Temer, a ser apresentada pela Procuradoria Geral da República.

A denúncia de Cunha sobre o impeachment só comprova ainda mais que tudo não se passou de um golpe.

PS: Ou o Cunha Delata agora enquanto o PGR é Janot ou vai ser engulido pela República Tucana, digo, de Curitiba, da base "alíada" do Traíra.

Anônimo disse...

PRESIDENTE DO BNDES DIZ NÃO TER ENCONTRADO IRREGULARIDADES DA GESTÃO PETISTA:

Questionado sobre o que encontrou no BNDES, ao assumir a presidência do banco há um mês e meio, o economista Paulo Rabello de Castro diz ter encontrado "muito talento" e desmistifica o que ele chama de "ranço" de "brasileiros que se dizem liberais" contra o que eles consideram ser "fomento demais, desenvolvimento demais"; ele rebate afirmações de Marco Antonio Villa, da Jovem Pan, de que o negócio do banco com a JBS tenha dado prejuízo; "Você é um historiador, não pode ficar falando as coisas como está falando aí pelo microfone sem fazer uma investigação", disse.

14 DE JULHO DE 2017

247 - Há 45 dias na presidência do BNDES, o economista Paulo Rabello de Castro divulgou nesta sexta-feira 14 o "Livro Verde", no qual traz balanços das atividades do banco entre 2001 e 2016.

Em uma entrevista concedida à rádio Jovem Pan nesta quinta, ele disse não ter encontrado irregularidades dos governos petistas à frente da instituição e desmistificou o que chamou de "ranço" de "brasileiros que se dizem liberais" contra o que eles consideram ser "fomento demais, desenvolvimento demais".

Questionado inicialmente sobre o que encontrou no BNDES, quando foi nomeado para o cargo pelo governo Temer, Rabello disse ter encontrado "muito talento" por parte dos 2,8 mil funcionários. Ele também declarou que não precisou "botar ordem em esculhambação nenhuma" quando assumiu o cargo. "Nada me surpreendeu", afirmou.

"O tamanho do BNDES está sendo objeto de muita controversa. As pessoas começam a achar que temos fomento demais, temos banco de desenvolvimento demais. Alguns brasileiros que se dizem liberais chegam a dizer que nós temos desenvolvimento demais, porque há uma atitude muito rançosa em relação ao nosso País e que vaza para um certo desânimo, um certo desalento, e quase que um certo desalento profissional", afirmou.

Em seguida, questionado por Marco Antonio Villa, crítico ferrenho de Lula e do PT, sobre financiamentos relacionados a operações realizadas nos governos petistas, como a do Porto de Mariel, em Cuba, e à JBS, dos irmãos Batista, que segundo Villa, deixaram grandes prejuízos ao banco, ele rebateu:

"Você vai me prometer uma coisa: vai ler as 200 páginas [do Livro Verde]. Você é um historiador, não pode ficar falando as coisas como está falando aí pelo microfone sem fazer uma investigação". Em seguida, o economista ressaltou que o comportamento do BNDES é "absolutamente ético e exemplar".

De acordo com o novo dirigente do banco, a JBS é "um dos negócios mais bem bolados e bem sucedidos da BNDESPar", braço de participações da empresa. Rabello de Castro rebateu as informações de Villa e destacou que o resultado líquido das operações do BNDES com a JBS até dezembro tinha sido positivo em R$ 3,56 bilhões - o banco colocou R$ 8,1 bilhões na empresa.

PS: Cala boca do fascista de plantão e dos neo nazistas do blog.

Anônimo disse...

E segue o culto ao infrator, brasileiro gosta de adorar santo de barro. Tem que estar descansado para aturar esta corja.