Filho de Zavascki acusou diretamente PMDB e PSDB por possível atentado contra a vida de Teori

Frederico Zavascki acusou PMDB e PSDB, citando a presença de Serra e Temer ("cínicos") no velório do pai, mas inocentou completamente o PT, embora o PT e seus líderes sejam os que mais se esforçam para bombardeara Lava Jato

A clara acusação feita pelo filho do ex-ministro Teori Zavascki sobre a existência de atentado contra a vida do pai, desta vez endereçada diretamente ao PMDB e ao PSDB, repercutiu muito pouco nestas quinta-feira, mas deve produzir desdobramentos neste final de semana.

Não foi a primeira vez que Frederico Zavascki fez insinuações e denúncias, mas ele nunca tinha citado nomes. O que ele disse, ao criticar o PMDB e o PSDB por tentarem barrar a Operação Lava-Jato "a qualquer custo

- Não tenho como não pensar que não mandaram matar meu pai". "Derrubaram a Dilma e assumiu o Temer. Do que eles são capazes? Será que só pagar pelo silêncio alheio? Ou será que derrubar avião também está valendo?


Passados quatro meses da queda do avião, a Força Aérea Brasileira mantém sigilo sobre a apuração das causas do acidente, conduzida pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).